NIP's Turma 5

TIMEEE.jpg

Gaia

EMPREENDEDORES: Bruno, Flávio e Renata

DESCRIÇÃO DO NEGÓCIO:

A Gaia leva educação tecnológica com uma metodologia única e com um custo acessível. Fazemos isso através de cursos livres de robótica educacional aplicada às ciências, com kits robóticos próprios e uma plataforma EaD.

RESUMO DA SOLUÇÃO:

A Gaia é um negócio de impacto que busca democratizar o acesso à educação tecnológica e científica de qualidade. Hoje entregamos, a um baixo custo e com alta qualidade, um curso livre de robótica para ensino fundamental, vinculado ao currículo de ciências da BNCC, com apoio de um kit de robótica, que ajuda a desenvolver habilidades motoras, de uma metodologia única e de uma plataforma tecnológica.

MINI PERFIL: Bruno 27 anos, formado em Sistemas de Informação, é Líder Executivo e Comercial na Gaia

Flávio 44 anos, técnico em eletrônica, é Líder Tecnológico na Gaia

Renata 24 anos, graduanda em Licenciatura em Ciências da Natureza, é Líder Educacional na Gaia

Saiba mais:

Logo Gaia v8_Colorido Quadrado-fundo branco.png
r (6).jpg
GOPR0069.JPG

Kitembo

EMPREENDEDORES: Israel Neto e Anderson Lima

DESCRIÇÃO DO NEGÓCIO: A Kitembo – Edições Literárias do Futuro, fundada no fim de 2018 pelo Ilustrador Aisameque Nguenge e pelos escritores Israel Neto e Anderson Lima, tem como objetivo disputar o imaginário de leitores e leitoras jovens adultos, fãs de ficção cientifica, fantasia e pesquisadores das culturas negras, por meio da produção, publicação e comercialização de livros de fantasia, ficção cientifica e afrofuturismo, produzido por escritores e ilustradores(as) negros e negras.

Baseada nos conceitos do afrofuturismo a editora fomenta a produção literária negra, exaltando as ancestralidades, as subjetividades e a protagonismo de personagens negros e negros. Outro foco da editora é valorizar os profissionais do livro e estimular a inserção destes artistas para o universo das literaturas fantásticas pouco produzida por escritores/ilustradores negros/as.

O contato com o leitor/a e possibilitar o acesso ao livro por meio de um preço justo é um dos trabalhos da editora. Com 7 livros em seu catálogo até este momento, a editora já chegou em todos os estados da federação. Estabelecendo conexões que vão do livro ao fomento de referências e representações diversas e positivas no mercado da cultura pop e geek.

RESUMO DA SOLUÇÃO: A Kitembo é uma editora que produz, publica e distribui livros de escritores negros e negras nos gêneros e subgêneros da literatura fantástica e ficção cientifica, também oferece serviços de assessoria editorial, palestras e formações.

MINI PERFIL: Anderson Lima, 38, historiador e educador social, um dos fundadores do Coletivo Literatura Suburbana onde desenvolve a função de produção técnica no projeto e publicação “Coleção Literária Besouro”. Poeta, lançou o livro "Reflexões de um homem preto" em 2005 e participou de diversas antologias de literatura negra e periférica. Já atuou em diversos empreendimentos de cunho comercial e do grande varejo. Além de experiências e estudos no campo das economias solidárias. Um dos fundadores da editora Kitembo, onde atua como gestor de logística e contratos.

Israel Neto, 34, escritor, educador e músico, atua e é cofundador do coletivo Literatura Suburbana, no qual é editor da Coleção Literária Besouro. Participou de diversas antologias literárias como Pretumel, Sobrenome Liberdade, Sarau da Brasa, Sarau Perifatividade, Gotas de Vinagre, Sarau do Kintal, entre outros. Recebeu os prêmios Jovem Brasileiro, 2011, e prêmio Funarte Hip Hop em 2014. Atua como editor e co-gestor da editora Kitembo. Publicou os livros "O Amor Banto em Terras Brasileiras" (2011) e sua segunda edição em 2018, e "Os Planos Secretos do Regime", 2019, Em 02020  "Não Podemos Esperar", pela editora Nua e, em 2021, um dos seus contos “os 3 esús e o Tempo” é publicada em HQ com roteiro e artes de Rodrigo Cândido.

Saiba mais:

logo kitembo fundo branco.png
Foto LabNip.jpeg

LabJaca

EMPREENDEDORAS(ES): Mariana de Paula e Thiago Nascimento

DESCRIÇÃO DO NEGÓCIO: O LabJaca é um laboratório de pesquisa e produção de dados e narrativas sobre favelas e periferias, localizado na favela do Jacarezinho, zona norte da cidade do Rio de Janeiro. O grupo é formado 100% por jovens negros que tem o audiovisual como carro chefe para divulgação dos dados e a potencialização das narrativas, tornando a pesquisa acessível para toda população.

RESUMO DA SOLUÇÃO: O LabJaca trabalha com a produção cidadã de dados, que é uma metodologia que coleta dados e informações diretamente com os moradores e população da favela por meio de formulários, e divulga os resultados através de produtos audiovisuais, como vídeos, lambe lambe, cards informativos, posts. 

MINI PERFIL: Mariana de Paula, tem 27 anos, é formada em Engenharia de Produção pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), com MBA Jr. Gestão de Negócios pelo Instituto de Engenharia e Gestão (IEG) e mini especialização em Gestão de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), atua como coordenadora de operações e financeiro no LabJaca e coordenadora financeira no Projeto NICA. 

Thiago Nascimento, tem 24 anos, é graduando em Direito, tem experiência com roteiro pelo LabJaca. Pesquisador de Segurança Pública pelo Instituto Brasileiro de Ciências Criminais, com formação em jornalismo pela Agência Énois Conteúdo e Gestão de Projetos na FGV.

Saiba mais:

image_6483441.JPG
b24e416f-116a-4e4b-9dec-55a5a7dbd339.jpg

Negrei

EMPREENDEDORES: Don

DESCRIÇÃO DO NEGÓCIO: A NEGREI é uma marca de comunicação antirracismo que, ao se utilizar de frases e expressões do cotidiano brasileiro, realiza denúncias, gera discussões, reflexões, e até incômodos, e ao mesmo tempo empodera pessoas de pele preta. De maneira "silenciosa" as pessoas que usam nossos produtos têm conseguido propagar o ideal antirracista e fazer transformações em seus mundos. Nós temos conseguido impactar pessoas negras e não negras que leem nossas mensagens, sejam elas pela internet ou pelo mundo físico através de nossos produtos.

RESUMO DA SOLUÇÃO: A NEGREI é uma marca de comunicação antirracismo que, ao se utilizar de frases e expressões do cotidiano brasileiro, realiza denúncias, gera discussões, reflexões e ao mesmo tempo empodera pessoas de pele preta. Qualquer superfície pode ser utilizada como artifício. A mensagem é mais importante do que o meio.

MINI PERFIL: Don, 20 anos, homem preto, carioca, graduado em desenho industrial.

Saiba mais:

Negrei_Logo-01_quadrado.png
20210323_094845.jpg
FB_IMG_1616504590305.jpg

Visão do Bem

EMPREENDEDORES: Ana Lúcia Barbosa Santos e Alessandra Barbosa Santos

RESUMO DA SOLUÇÃO:

O Visão do Bem foi criado em novembro de 2017, realiza venda de óculos de grau dentro das comunidades do Rio de Janeiro. Levando acesso a consultas, exame de vista e correção visual com óculos de qualidade e preço acessível. Essa venda é realizada por mulheres moradoras da própria comunidade, que estão fora do mercado de trabalho e em sua maioria mães solo e com baixa escolaridade. Elas recebem capacitação empreendedora para geração de renda com a revenda direta porta a porta dos óculos, tendo como ganho % de comissão sobre as vendas realizadas. Elas após capacitação são chamadas de Agentes da Visão. Proporcionam um atendimento exclusivo para o cliente, morador da comunidade e com baixa condição econômica. Promovendo a inclusão, o desenvolvimento social e econômico real dentro das comunidades, bem como sua autonomia e independência financeira.

Atuamos com um público carente no que diz respeito ao acesso a correção visual devido a vários fatores como: Demora por atendimento pelo SUS; A falta de conscientização da importância do uso dos óculos; A exclusão do mercado tradicional das óticas, como potenciais compradores, devido a sua baixa condição econômica e o hábito de comprar óculos de grau sem receita, no camelô.

Nosso time é inteiramente composto por mulheres, a nossa operação é composta por um time de voluntárias que cuidam do administrativo, da área pedagógica e das redes sociais. Além das nossas 8 Agentes da Visão, temos uma rede que contamos com o apoio e a parceria de mais de 35 clínicas oftalmológicas, ONGs, Pastorais da Saúde e Associações de Moradores.

Em 3 anos impactamos mais de 3.600 pessoas diretamente com a venda e uso dos óculos.

MINI PERFIL: Ana Lúcia Barbosa Santos, brasileira, natural do Rio de Janeiro, mulher preta, casada, nascida em 03/12/1968, 52 anos, advogada, CEO do Visão do Bem.

Alessandra Barbosa Santos, brasileira, natural do Rio de Janeiro, mulher preta, solteira, nascida em 31/10/1996, 24 anos, pedagoga, diretora do Visão do Visão.

Saiba mais:

20210126_194754 (4).jpg