Buscar
  • ANIP

Dia do Trabalhador e os novos modelos de negócio

Neste sábado, dia 1º de maio, comemora-se o Dia do Trabalhador, porém, em 2021, o trabalhador brasileiro não tem muitos motivos para comemorar. Com a taxa de desemprego, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) na casa dos 14%, o equivalente a cerca de 14,272 milhões de brasileiros, cortes em diversos direitos, precarização cada vez mais constante das condições de trabalho, pandemia e auxílio emergencial de R$ 150 reais fica a pergunta: Como comemorar o Dia do Trabalho?


Em meio a crise, a palavra empreendedorismo, periférico ou não, vem ganhando cada vez mais destaque nas notícias relacionadas ao desemprego. São pessoas que passam a ser donas do próprio negócio/ideia na tentativa de encontrar alternativas e geração de renda para além da carteira assinada.


“Para muitos a palavra empreendedorismo está ligada ao universo corporativo, ao homem ou a mulher de roupa social e todos esses padrões já estabelecidos, mas a tiazinha que vende o geladinho na quebrada já está empreendendo e muitas vezes só falta um melhor acompanhamento”, diz Marcelo Rocha, vulgo Dj Bola, um dos idealizadores da A Banca/ANIP, negócio social que movimenta arte, cultura e educação na zona Sul de São Paulo.


E é com essa visão, de que romper barreiras é preciso, que a Articuladora de Negócios de Impacto da Periferia (ANIP) chama a atenção para os negócios de impacto que são negócios que têm o intuito de causar uma transformação socioambiental positiva por meio de um serviço/produto.


“Se a gente de quebrada, que enfrenta todas as dificuldades impostas pelo dia a dia estamos a frente de uma iniciativa que vende ou oferece um produto/serviço que melhora a vida das pessoas ou melhora o meio ambiente, isso é um negócio de impacto”, completa Bola.


A partir de um negócio de impacto podemos debater temas que vogam diretamente na vida da população periférica brasileira nos dias de hoje como empoderamento, rompimento de bolhas, importância do autoconhecimento e do estudo constante para o auto aprimoramento.


Nós da ANIP te convidamos para conhecer mais sobre o ecossistema de negócios de impacto e ter novas perspectivas a partir de novos modelos de negócios.


Para saber mais, nos acompanhe: Instagram, Facebook, Youtube, Linkedin.



7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo